As várias versões do tijolo aparente

Muito difundido nas construções das casas brasileiras, o tijolo aparente, que geralmente é maciço e feito de barro cozido, perdeu espaço nos sistemas construtivos para os tijolos e blocos vazados que são mais econômicos e possuem maior rendimento no assentamento. Entretanto, atualmente o uso do tijolinho tem crescente demanda no que diz respeito à decoração tanto de ambientes externos quanto internos. Eles atraem por sua textura, beleza, charme e rusticidade. 

Uma parede não precisa ser necessariamente construída com o tijolo aparente. Ele pode revestir uma parede de tijolo vazado, pode ser até mesmo ser descoberto ao se “descascar” uma parede existente (fato muito recorrente em reformas de construções mais antigas).

 O modelo mais comum é o de barro em tom avermelhado. Também existe o palha, que apresenta tons mais amarelados. Há algum tempo vem sendo difundido o uso do tijolo solo-cimento, o chamado tijolo ecológico, que leva este nome por não precisar ser queimado em forno e nem necessitar de argamassa para o assentamento dos blocos.

 As juntas definem como o material será assentado:

- junta cheia: massa nivelada com a superfície do tijolo

- junta frisada: retira-se a massa entre os tijolos criando certa profundidade

- junta seca: os tijolos parecem estar empilhados, a massa é aplicada apenas na parte de trás (maneira mais moderna de se assentar).

 Definido o assentamento, temos que escolher o tipo de acabamento do tijolo. Ele pode ficar na sua cor natural, sendo apenas impermeabilizado com resina de silicone. Para quem gosta da textura do tijolo mas não aprova sua cor, basta pintá-los de acordo com sua preferência. Há também o acabamento patinado feito por meio da caiação do tijolo, onde se aplica uma mistura de cal, areia, cimento e água na parede, que depois é lixada e impermeabilizada.

 Os tijolos aparentes são um produto atemporal, nunca saem de moda, compõem ao mesmo tempo ambientes rústicos, modernos e descolados. Eles podem ser encontrados em quase todas as lojas de materiais de construção. Resta apenas definir o modelo que mais combina com a sua obra!

villaçaarquitetura  

Arq. Carolina Villaça